Rio apresenta bom desempenho na economia durante primeiro semestre

Rio de Janeiro

O Governo do Estado anunciou, nesta segunda-feira (9), que o crescimento do comércio varejista e da indústria, além do aumento na arrecadação do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), foram responsáveis pelo bom desempenho da economia do estado no primeiro semestre.

Os indicadores do Boletim de Conjuntura Econômica Fluminense da Fundação Centro Estadual de Pesquisas, Estatísticas e Formação de Servidores do Rio de Janeiro (Ceperj) mostraram um resultado positivo, em comparação ao mesmo período de 2010.

O relatório mostra, ainda, que o Rio de Janeiro foi o único estado do país que não apresentou retração na criação de empregos: 88 mil postos de trabalho foram gerados, principalmente nos setores de serviços e construção civil.

O comércio varejista ganhou destaques nos setores de móveis e eletrodomésticos, com 21,6%; vestuário, com 11,3%, e veículos, com 8,3%. A receita do ICMS de junho de 2011, com um total de R$ 2,1 milhões, elevou o crescimento real do primeiro semestre para 7,5%.

A indústria total fluminense teve expansão de 2,1%. Dos 13 setores pesquisados, oito apontam acréscimo da produção.

“Os dados podem servir de base para a criação de leis de incentivo fiscal, atraindo novos empreendimentos, já que o relatório é público e acessado não só por órgãos do governo e pesquisadores brasileiros, mas por empresários e investidores internacionais”, afirmou Epitácio Brunet, diretor do Ceperj.

Créditos ao O Repórter

0 comentários:

below feature ads

Conferência e eventos