Pacificada em novembro do ano passado, comunidade ganha Centro Vocacional Tecnológico para se transformar em Pólo de Moda íntima

O Complexo do Alemão, na Zona Norte do Rio, ganhou um Centro Vocacional Tecnológico (CVT) para garantir ensino profissionalizante aos seus 65 mil moradores. O governador Sérgio Cabral inaugurou a 29ª unidade da Fundação de Apoio à Escola Técnica do Estado do Rio de Janeiro (Faetec) nesta segunda-feira (18/4). Instalado na Rua Paranhos, no bairro de Olaria, o CVT capacitará para o mercado de trabalho 1.946 profissionais nas áreas de informática, administração, serviços de manutenção e moda.


Durante a inauguração dos dez laboratórios, da Faetec Digital e da sala de multimídia do Centro Vocacional Tecnológico Alemão, o governador falou sobre a importância do processo de pacificação na recuperação da cidadania dos moradores do conjunto de comunidades. Desde a retomada dos complexos da Penha e do Alemão, no ano passado, a população recebe mais melhorias na infraestrutura, no lazer e, agora, na educação.

- Esse CVT é uma espécie de emancipação dos moradores que precisam aprender uma profissão. Vamos abrir mais CVTs no Alemão e na Penha. Faz parte da nova fase dos complexos. Os governos federal e estadual investiram na comunidade mais de R$ 500 milhões em escolas, unidades de saúde e obras, mas nada supera a paz, que chegou em novembro de 2010 - afirmou Cabral, que anunciou ainda a inauguração de internet gratuita no Complexo do Alemão, em junho, e a legalização de serviços de TV a cabo, com um pacote especial no valor de R$ 25 para os moradores.

Complexo do Alemão pode se tornar polo de produção de moda íntima

Segundo o secretário de Ciência e Tecnologia, Alexandre Cardoso, os CVTs são escolas profissionalizantes modernas que oferecem cursos de acordo com a vocação econômica da região beneficiada. No Complexo do Alemão, o objetivo é formar mão de obra na área de moda e transformar a comunidade em uma grande confecção de calcinhas, sutiãs e biquínis. A expectativa é de que em um ano e seis meses novas microempresas sejam implantadas na comunidade.
- Existe um projeto para capacitar os moradores do Alemão em moda íntima. Vamos entrar em contato com um pesquisador da Faperj (Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro) para que sejam compradas cerca de 50 máquinas. Os equipamentos serão distribuídos entre alguns moradores da comunidade. O desafio é fazer o complexo produzir renda, recuperar sua vida econômica - anunciou Alexandre Cardoso, lembrando que diversas fábricas da região foram fechadas por causa da violência.

Aulas começam em 16 de maio

Desta segunda-feira (18/4) até o dia 6 de maio, a escola profissionalizante receberá inscrições para os cursos de Informática Básica, Montagem e Manutenção de Microcomputadores, Modelagem, Corte e Costura, Bordado e Customização, Refrigeração, Instalação de Split, Operador de Telemarketing, Assistente Administrativo e Recepcionista. São oferecidas 652 vagas em capacitações, que variam de dois a seis meses. O sorteio acontece no próximo dia 9 e as inscrições, entre 10 e 14 de maio. As aulas começam em 16 do mesmo mês.

Curso de Bordado para aumentar a renda da família

As amigas Laudicéia Santos e Estela de Oliveira decidiram construir uma nova história junto com a comunidade onde nasceram. Com a inauguração do CVT Alemão, que pode se tornar um polo de moda íntima, a professora Laudicéia e a dona de casa Estela terão oportunidade de aumentar a renda da família. Por isso, não perderam tempo: antes que as inscrições para o curso de Bordado fossem abertas, elas já aguardavam na fila. Agora, esperam pelo sorteio e torcem para serem selecionadas.

- É muito importante para a comunidade poder contar com uma escola profissionalizante de excelência como o CVT. Além de aumentar a minha renda mensal, quero passar o que aprenderei a todos os meus alunos do curso de alfabetização de adultos. Assim que soubemos que as inscrições começaram, corremos para assistir a inauguração da unidade e saber mais detalhes sobre as aulas de bordado. Esperamos ser sorteadas - contou a professora Laudicéia.
Qualificação na comunidade pacificada.

A carpinteira, pedreira, bombeira hidráulica e eletricista predial Rosângela Freitas, assim como alguns moradores do conjunto de comunidades, esperava pela chance de se atualizar e se qualificar para o competitivo mercado de trabalho perto de sua residência. Para fazer o curso de Assistente Administrativo, Rosângela precisaria procurar por capacitações gratuitas em outros bairros. Hoje, ela, que se profissionalizou em diversas unidades da Faetec, pode contar com mais um curso especializado na "porta" de sua casa.

- Fiquei muito feliz de ter por perto um CVT. Essa será a quinta qualificação que faço na rede. Espero ser sorteada, porque tenho muita vontade de aprender. Nasci e fui criada no Complexo do Alemão e ver os meus vizinhos tendo a chance de se profissionalizar é maravilhoso. Os cursos da Faetec são excelentes, por isso não paro de me inscrever - disse.

Créditos ao rj.gov.br

0 comentários:

below feature ads

Conferência e eventos