Prefeitura apresenta o projeto do novo Plano Inclinado da Igreja da Penha

O prefeito Eduardo Paes deu continuidade neste domingo, dia 12, a mais uma edição do projeto Prefeitura Itinerante, que está atendendo ao subúrbio da Leopoldina, incluindo os Complexos do Alemão e da Penha e os bairros do entorno. O prefeito e o secretário municipal de Obras, Alexandre Pinto, apresentaram hoje o projeto de construção do novo Plano Inclinado da Igreja de Nossa Senhora da Penha. Naquele santuário, a Prefeitura vai investir R$ 17,6 milhões na construção de dois planos inclinados sobre trilhos (um com 188 metros e outro com 58 metros de extensão). A intervenção dará continuidade ao plano inclinado implantado em 2003 e possibilitar a integração com a Vila Cruzeiro.

A licitação está marcada para o dia 27 de dezembro e as obras devem ser finalizadas em dez meses. Em seu discurso, o prefeito Eduardo Paes destacou o simbolismo do projeto.

- É uma feliz coincidência entregarmos esse projeto no momento especial de retomada de território e da paz no Rio. Além disso, a Igreja da Penha representa um marco fantástico na história dessa região. Por isso, decidimos melhorar a acessibilidade da população ao santuário. Em breve, com a chegada do BRT e o teleférico do Alemão chegando ao Complexo da Penha, posso dizer que todos os caminhos do Rio levarão à Igreja da Penha, com segurança e tranqüilidade - afirmou o prefeito do Rio.

Padre Serafim, pároco da Igreja da Penha, agradeceu ao prefeito pela formalização do projeto, afirmando que esta era uma necessidade antiga daquela região.

- É uma alegria muito grande ver a realização de um projeto tão sonhado, em um momento em que o santuário completa 375 anos de existência. Esse novo equipamento vem ao encontro de uma necessidade antiga para o bem comum. Enfim, posso dizer que teremos um tempo de renovada esperança - disse.

Serão construídas duas estações de parada (uma inferior e outra superior). Além disso, o projeto prevê uma plataforma de chegada, com cobertura em estrutura metálica, pisos revertidos, iluminação e abrigo para cabines de transporte, que serão panorâmicas, com capacidade para transportar 25 passageiros.

Também está prevista a revitalização da área do antigo parque de diversões e melhorias na Igreja da Penha, onde haverá recuperação nas fachadas e no telhado, limpeza e pintura da amurada no entorno da igreja, recuperação do piso e restauração e pintura dos guarda-corpos da escadaria de acesso à igreja.

Após o anúncio do projeto, o prefeito Eduardo Paes assistiu à missa na Igreja de Nossa Senhora da Penha, acompanhado também pelo presidente da RioUrbe, Marco Antônio Almeida.

- Meu pedido foi de paz para esta cidade. Também agradeci pelo momento especial que o Rio está vivendo - disse Eduardo Paes.

Arena Carioca do Parque Ary Barroso
Após a missa, o prefeito do Rio seguiu para o Parque Ary Barroso, na Penha, onde anunciou o projeto da Arena Carioca da Penha, que será construído naquele local, ocupando uma área de 2 mil metros quadrados com três pavimentos e uma construção anexa. Nova versão das antigas Lonas Culturais, as Arenas Cariocas terão espaços mais modernos, com design arrojado e estruturas mais resistentes, feitas de alvenaria, com áreas para shows e espetáculos de teatro e para oficinas. O projeto também prevê uma novidade na parte externa: um espaço que terá telão para projeção de filmes. Segundo o prefeito, este projeto já estava nos planos da Prefeitura do Rio.

- A Arena Carioca já estava prevista no Parque Ary Barroso, um lugar belíssimo mas pouco freqüentado por causa da violência que fazia parte do dia-a-dia dos moradores dessa região. Tenho absoluta certeza de que, com a construção desse equipamento, a freqüência vai melhorar – disse Eduardo Paes, completando que além desta, serão construídas Arenas Culturais em Guaratiba, no futuro Parque de Madureira e na Pavuna.

A Arena Carioca da Penha terá três pavimentos. O primeiro andar contará com arquibancada para 270 pessoas, palco e um camarim. O mezanino terá outra arquibancada com 140 lugares, mais outro camarim e área técnica com cabine de som e luz. No terraço, com vista panorâmica, ficará localizado o bar e os sanitários masculino e feminino.

Além disso, o prédio anexo terá dois andares, onde ficarão a bilheteria, gerência, recepção de artistas, sala multiuso, bar, vestiário e depósitos.

O Parque Ary Barroso fica na Avenida Brás de Pina, atrás da UPA 24h.

Regulamentadas linhas de “cabritinhos” nos complexos do Alemão e da Vila Cruzeiro

Da Penha, o prefeito Eduardo Paes seguiu para o Clube Everest Inhaúma, onde entregou três das seis linhas de “cabritinhos” (transporte complementar dentro das comunidades) dos complexos do Alemão e na Vila Cruzeiro. Destas, duas linhas vão circular no Complexo do Alemão - uma no trecho Nova Brasília Fazendinha/Alvorada, com frota de 11 veículos, e a outra, também com 11 kombis, fará o itinerário Canitá/Piancó (Morro do Adeus). A terceira linha fará o trecho Penha/Vila Cruzeiro, com uma frota de nove veículos.

O prefeito Eduardo Paes afirmou que concede as autorizações em troca de um serviço ordenado.

- Este é o modelo que pretendemos implantar em toda a cidade: concederemos licenças, mas com regras que busquem evitar o caos causado por algumas vans, que tanto prejudicam a população. Queremos que essas pessoas aqui trabalhem com a certeza de que estão amparadas pela concessão do poder público. Mas essa será uma garantia para aqueles que respeitarem as regras – disse o prefeito.

A Secretaria Municipal de Transportes calcula que, em um mês, as outras três linhas de "cabritinhos" já estarão circulando no Alemão. Juntas, as seis linhas, com uma frota de cerca de 120 kombis, podem transportar 10.600 passageiros por semana, percorrendo em viagens estimadas em 10 minutos (as da Vila Cruzeiro) e 30 minutos (a das comunidades do Alemão) cerca de 34 quilômetros nos itinerários de ida e volta.

- Essas concessões vão possibilitar que se preste um serviço público de qualidade, que atenda a todos, com a fiscalização da Prefeitura – afirmou o secretário municipal de Transportes, Alexandre Sansão, afirmando que outras linhas serão autorizadas.

Construção de um binário em Ramos

De Inhaúma, o prefeito Eduardo Paes seguiu para Ramos, onde iniciou as obras de abertura de um binário próximo à Rua Uranos, com a demolição de 26 imóveis que ocupavam uma área pública. A intervenção, avaliada em R$ 400 mil, vai proporcionar a melhoria no tráfego e o aumento da segurança no local. As obras estarão prontas em três meses.

A via, que liga o Viaduto Cosme e Damião (Viaduto de Ramos) à Rua Etelvina, será pavimentada. Vale destacar que a Rua Etelvina foi uma das contempladas pela Operação Asfalto Liso e já passou por obras de fresagem e recapeamento asfáltico.

A Coordenadoria Geral de Obras (CGO), órgão vinculado à Secretaria Municipal de Obras, vai trabalhar em uma área de 2.100 m², sendo 15 metros de largura e 140 de extensão. O órgão vai implantar novo pavimento asfáltico, passeios em concreto e calçadas.

Créditos à PMRJ

0 comentários:

below feature ads

Conferência e eventos