Educação financeira será obrigatória nas escolas públicas cariocas em 2012

O governo federal editou, na semana passada, um decreto que instituiu a Estratégia Nacional de Educação Financeira, uma série de iniciativas pedagógicas voltadas às escolas e a adultos com o objetivo de erradicar o analfabetismo financeiro no país.

Escola Pública do Rio de Janeiro

O projeto veio na esteira da iniciativa piloto em 450 escolas públicas dos Estados de Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Tocantins e Distrito Federal, que implantaram em nível experimental educação financeira no currículo escolar. Com o decreto federal, ação vai chegar a mais de 200 mil instituições de ensino oficial.

Ao longo de 2011, o projeto vai testar metodologia de educação financeira para as escolas públicas de ensino fundamental, por meio de conteúdos adaptados para as nove séries e, posteriormente, três do ensino fundamental.

Segundo as determinações, o conteúdo deve ser distribuído nas aulas de matemática, história, ciências sociais e português, não necessitando assim a criação de uma disciplina específica.

A OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico) incentiva as secretarias de educação dos países membros a incluir no currículo escolar a disciplina, que já está presente em mais de 60 países.

Créditos à

0 comentários:

below feature ads

Conferência e eventos