Prefeitura anuncia Ultimate Fighting Championship (UFC) no Rio de Janeiro em 2011

O prefeito Eduardo Paes anunciou nesta quarta-feira, dia 15, a realização do Ultimate Fighting Championship (UFC) pela primeira vez no Rio de Janeiro. O principal campeonato de artes marciais mistas do mundo será disputado na cidadeem agosto de 2011, no HSBC Arena, na Barra da Tijuca.



O evento terá o apoio da Prefeitura do Rio e trará, pela primeira vez na história, sua marca associada diretamente ao nome da cidade-sede em vez de conter apenas o número da edição. Para a competição carioca foi criada a marca UFC Rio. O campeonato tem atualmente 35 lutadores brasileiros entre os competidores.

Ao lado do secretário municipal de Turismo e presidente da Riotur, Antônio Pedro Figueira de Mello; do presidente do UFC, Dana White; do CEO Lorenzo Fertitta; e dos lutadores Anderson Silva, José Aldo, Maurício Shogun, Royce Gracie e Vitor Belfort, o prefeito falou sobre a importância de mais um evento internacional na cidade, além da Copa do Mundo (2014) e das Olimpíadas (2016):

- O Rio está sendo beneficiado não só no aspecto esportivo, mas, também, no aspecto econômico. O Rio tem trabalhado muito os eventos como um importante elemento de estímulo à economia carioca. E certamente teremos imagens da nossa cidade divulgadas lá fora e o aumento do número de turistas aqui. Vamos transformar o UFC em mais um evento para o calendário de nossa cidade, que está de portas abertas para ajudar e colaborar no que for preciso - afirmou o prefeito, sugerindo que alguma etapa da competição seja realizada na Praia de Copacabana, com a montagem de uma pequena arena para demonstração para o grande público.
- Quando fui procurado pela organização do UFC não tinha ideia da dimensão dessa competição e do impacto para a cidade. Mas é uma super honra receber esse evento aqui. Isso não tem nada de vale-tudo. É um esporte com regra, com clareza e muito profissionalismo e como o Rio é a cidade de origem das artes marciais, graças à família Gracie, nenhum lugar é melhor do que o Rio para a volta do UFC ao Brasil - acrescentou Paes, que recebeu das mãos de Dana White uma réplica do cinturão de campeão.

Para o presidente do UFC, o Brasil sempre foi uma das prioridades para sediar o evento:

- O Rio de Janeiro vive um momento muito importante com tantos eventos internacionais, por isso decidimos fazer do Rio a capital do UFC. Nossos eventos são capazes de girar capital entre US$ 15 e 50 milhões. A ideia é levar esse campeonato para todos os lugares do mundo, mas chamos que aqui no Rio esse seria o "time" perfeito. Queremos que esse esporte sirva de exemplo para outras cidades e que passe uma imagem positiva para toda a população - disse, acrescentando que atualmente crianças e mulheres já praticam o esporte.

O UFC

Com sede em Las Vegas e adquirido por US$ 2 milhões pelos irmãos Frank e Lorenzo Fertitta em 2001, o UFC passou por uma profunda reformulação e se tornou o esporte que mais cresce no mundo. Na semana do evento, o campeonato gera milhões de dólares na cidade onde acontece, criando oportunidades para a indústria do turismo, entretenimento e esporte.

Créditos à PMRJ

0 comentários:

below feature ads

Conferência e eventos