RioPrevidência Cultural inaugura exposição sobre a bailarina Ana Botafogo

Com uma bela homenagem à primeira bailarina do Theatro Municipal, Ana Botafogo, o RioPrevidência Cultural abriu, nesta segunda-feira (8/11), sua programação comemorativa de um ano de funcionamento. O projeto “Um Ano com Arte”, que pretende apresentar a história de personalidades da cultura brasileira, reuniu em seu cronograma para o mês de novembro uma exposição sobre a trajetória artística da bailarina, aulas de adereços com o profissional do Municipal Manoel Prôa e palestra com a jornalista Liane Riente sobre os bastidores dos espetáculos de Ana Botafogo, entre outras atividades.

A exposição sobre a carreira de Ana Botafogo reúne roupas usadas em espetáculos nacionais e internacionais, sapatilhas – como a primeira usada no Theatro Municipal, no espetáculo solo “Chapeuzinho Vermelho” -, e 33 painéis que retratam a vida e a carreira de Ana Botafogo desde a infância até os dias atuais, por meio de reportagens. Todo o material exposto foi organizado e cedido ao espaço cultural pelo pai da artista, Dr. Ernani Ernesto Fonseca.

- Estou muito feliz de participar da abertura desta exposição coordenada pelo meu pai. Se não fosse ele, eu não conseguiria ser tão organizada. Além da exposição, decidimos comemorar com dança. Por isso, trouxemos o grupo “Dançando Para não Dançar” – destacou Ana Botafogo, madrinha oficial do projeto social.

Criado em 1995, o grupo “Dançando Para Não Dançar” atende cerca de 480 crianças, de 13 comunidades da cidade do Rio de Janeiro (Cantagalo, Pavão-Pavãozinho, Rocinha, Mangueira, Chapéu-Mangueira, Babilônia, Macacos, Tuiuti, Jacarezinho, Salgueiro, Dona Marta, Oswaldo Cruz e Borel). Seu objetivo é oferecer oportunidades a crianças carentes, que além de aprenderem a dançar, têm aulas de inglês, alemão, de reforço escolar, além de assistência médica, odontológica, acompanhamento psicológico e fonoaudiológico. A apresentação no Espaço Cultural RioPrevidência contou com a participação da bailarina formada pelo projeto Fernanda Duarte e do bailarino do Theatro Municipal Carlos Cabral. Coordenados pelo bailarino e ex-partner de Ana Botafogo Paulo Rodrigues, os dois dançaram trechos do espetáculo “O Corsário”, Ballet de Repertório, baseado no poema de Lord Byron.
- Ana está comemorando 35 anos de carreira e sinto muito orgulho de ter participado desta trajetória. Danço com ela há 28 anos e quero lembrar aqui um fato que ficou marcado e me emociona bastante. Estávamos em Caracas, na Venezuela, e apresentamos lá “Giselle”. Ao final do espetáculo, as pessoas bateram palmas e os pés no chão gritando Brasil! Brasil! Parecia o Maracanã. Falar de dança no Brasil é falar em Ana Botafogo.

Para a gestora do espaço cultural RioPrevidência, Carmem Dysarz, Ana Botafogo não poderia ser esquecida, já que é uma funcionária do Governo do Estado e teve uma trajetória de sucesso sempre prestigiando o trabalho de bailarina no Brasil:

- Ana é a primeira bailarina do Municipal, ela é funcionária pública. E o que a gente queria era falar da prata da casa, homenagear alguém que é funcionária do Estado. Enquanto muitos bailarinos vão para o exterior, Ana fez questão de viver aqui, de trabalhar aqui – ressaltou.

O espaço cultural, localizado no Maracanã, homenageará em dezembro outro ilustre artista brasileiro: o compositor carioca Noel Rosa.

- Estamos solidificando o que conseguimos construir, e nossa meta é criar um Centro de Pesquisa, Memória e Informação da Previdência em 2011. E em dezembro vamos comemorar o aniversário de Noel Rosa. Ainda não estamos com data fechada, mas o nosso coral vai cantar músicas de Natal e depois sairá pelas ruas cantando músicas do compositor de Vila Isabel – contou Carmem.

Programação de novembro

Dia 9/11 – Oficina de adereços com Manoel Prôa, das 14h às 16h.

11/11 - Oficina de adereços com Manoel Prôa, das 14h às 16h

12/11 – Apresentação de balé com escolas de dança

16/11 - Oficina de adereços com Manoel Prôa, das 14h às 16h

17/11 - Palestra com a jornalista Liane Riente sobre os bastidores dos espetáculos de Ana Botafogo, às 16h.

18/11 - Oficina de adereços com Manoel Prôa, das 14h às 16h


19/11 - Apresentação de balé com escolas de dança

22/11 – Filme “Três momentos de amor”, com direção de Lilia Barreto, às 15h

23/11 - Oficina de adereços com Manoel Prôa, das 14h às 16h

24/11 – Palestra e apresentação de documentário sobre Ana Botafogo, às 16h

25/11 - Oficina de adereços com Manoel Prôa, das 14h às 16h

26/11 – Apresentação de balé da Escola de dança Petite Danse, às 16h

30/11 - Oficina de adereços com Manoel Prôa, das 14h às 16h

2/11 - Oficina de adereços com Manoel Prôa, das 14h às 16h

3/12 - Apresentação de balé da Escola de dança Spinelli, às 16h

Para saber mais sobre a programação acesse www.rioprevidencia.rj.gov.br.


Créditos à Subsecretaria de comunicação social

0 comentários:

below feature ads

Conferência e eventos