Rio investe R$ 1 bi em plano estadual de pavimentação

Garantir que todas as 109 rodovias estaduais, num total de 5.866 quilômetros, possam ter a mesma qualidade. Essa é a proposta do Plano Estadual de Pavimentação, determinada pelo governador Sérgio Cabral, que está sendo desenvolvido pela Secretaria estadual de Obras. A ideia é zerar as estradas sem pavimentação, levando drenagem e acostamento para todas as RJs.

A importância das estradas ultrapassa a questão do escoamento da produção agropecuária, principal fonte de renda dos pequenos produtores do interior fluminense. Segundo o secretário de Obras, Hudson Braga, elas funcionam como elemento de integração dos municípios, além de garantir que dois importantes componentes econômicos do estado - a cultura e o turismo - possam ser melhor aproveitados.

- Essas estradas são integradoras, fazendo com que os municípios possam consolidar a união com os seus distritos. Esse é um exemplo da estrada que liga Conservatória a Valença - frisou Braga.

O presidente do DER, Henrique Ribeiro, inaugura a RJ-143 (trecho Conservatória-Esteves).
Fotógrafo: Fernanda Almeida 

Durante 170 anos, a ligação entre Valença e seu principal distrito, Conservatória, na Região Centro-Sul Fluminense, era precária. Com isso, a capital da seresta aproximou-se mais de Barra do Piraí, enquanto Santa Izabel tinha uma ligação mais forte com Volta Redonda e Juparanã, com Vassouras. A nova estrada permitirá um acesso mais rápido e com qualidade dos três distritos a Valença.

Da mesma forma, a ligação entre Purilândia e Santa Clara, em Porciúncula, no Noroeste Fluminense, era de terra, fazendo com que toda a produção de café da região fosse levada para o Espírito Santo, por falta de acesso aos mercados fluminenses. Assim como essas, várias outras rodovias fluminenses precisam de uma atenção especial, principalmente pelo relevo montanhoso de grande parte do estado.

O presidente da Fundação do Departamento de Estradas de Rodagem (DER/RJ), Henrique Ribeiro, garantiu que esse é um investimento ambicioso, que poderá garantir a todos os fluminenses uma tranquilidade maior em suas viagens. O levantamento já começou a ser feito, para determinar qual o percentual das estradas sem pavimentação, ou com necessidade de recuperação.

- São investimentos que chegam a R$ 1 bilhão, para atender a todo o estado. Em todos os meus anos de DER, esse talvez seja o plano mais ambicioso e, ao mesmo tempo, mais motivador - garantiu Ribeiro durante a inauguração da estrada de Conservatória.

Créditos à Ascom Secretaria de Obras

0 comentários:

below feature ads

Conferência e eventos