Rio ganha restauro do monumento a Estácio de Sá, que inclui um centro de mídia da cidade maravilhosa

O prefeito Eduardo Paes inaugurou nesta quinta-feira, dia 11, no Aterro do Flamengo, o Monumento Estácio de Sá restaurado e o Centro Multimídia instalado no subsolo. Com investimento de R$ 352 mil - um convênio entre a prefeitura e o Ministério do Turismo - as intervenções incluíram a construção do centro de visitantes e a restauração do monumento.

Acompanhado do secretário nacional do Programa de Desenvolvimento do Turismo, Frederico Costa – que representou o ministro do Turismo, Luiz Barreto –, dos secretários municipais de Turismo, de Obras e de Conservação e Serviços Públicos, Antonio Pedro Figueira de Mello, Alexandre Pinto e Carlos Roberto Osório, entre outras autoridades, o prefeito Eduardo Paes destacou a importância do monumento a Estácio de Sá para a cidade:

- Essa cidade passa por um momento de transformação. Nada mais simbólico do que nós resgatarmos o espaço que homenageia o fundador da cidade. É um monumento no melhor lugar do Rio de Janeiro, na vista mais linda do mundo, que estava completamente abandonado. Recuperamos o monumento e transformamos o subsolo em um espaço onde as pessoas podem visitar para conhecer um pouco da cidade, do turismo do Rio. É uma homenagem justa ao fundador da cidade mais maravilhosa do mundo, na refundação da cidade, quase 450 anos depois.

O Centro Multimídia possui computadores que serão usados para pesquisa e totens multimídias, onde turistas e cariocas poderão conhecer um pouco mais sobre a história do Rio de Janeiro, através de um conteúdo audiovisual. O local, que também conta com um espaço para exposições de arte, fotografias, esculturas, pinturas, encenações e apresentações musicais, possui um auditório com capacidade para 37 pessoas com projetor, telão e televisores com definição em LCD, podendo ser utilizado para sessões de cinema, palestras, workshops, entre outras atividades.

Durante a cerimônia foi assinado o protocolo de intenção para adoção do Monumento Estácio de Sá entre a Prefeitura do Rio e a Universidade Estácio de Sá, que cuidará do espaço.Para o secretário especial de Turismo, Antonio Pedro, restaurar o marco da fundação da cidade, aliado à tecnologia de informação, é uma forma de resgatar a história carioca e atrair turistas:

- É muito gratificante estar entregando esse espaço, que é um marco da cidade onde ela se constitui de fato. Hoje ele é reinaugurado com um centro de visitantes e posto de informação turística. A cidade ganha um centro de visitas, além do monumento totalmente reformado. Aqui terá segurança 24 horas e contará com o apoio da GM e do policiamento.
O monumento, construído pelo Estado da Guanabara e projetado por Lúcio Costa, foi inaugurado em 1973 e teve sua última reforma no ano de 2000. O objetivo era guardar os restos mortais do fundador da cidade, Estácio de Sá, assim como relíquias desse período, se tornando o marco e o memorial oficial da fundação da cidade do Rio de Janeiro.

Créditos à PMRJ

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Nova linha de ônibus facilita acesso ao Piscinão de São Gonçalo

Escola de Dança Maria Olenewa abre inscrições para seleção de novos alunos

Programa Antipichação recupera o Obelisco do Centro do Rio