Rio ganha restauro do monumento a Estácio de Sá, que inclui um centro de mídia da cidade maravilhosa

O prefeito Eduardo Paes inaugurou nesta quinta-feira, dia 11, no Aterro do Flamengo, o Monumento Estácio de Sá restaurado e o Centro Multimídia instalado no subsolo. Com investimento de R$ 352 mil - um convênio entre a prefeitura e o Ministério do Turismo - as intervenções incluíram a construção do centro de visitantes e a restauração do monumento.

Acompanhado do secretário nacional do Programa de Desenvolvimento do Turismo, Frederico Costa – que representou o ministro do Turismo, Luiz Barreto –, dos secretários municipais de Turismo, de Obras e de Conservação e Serviços Públicos, Antonio Pedro Figueira de Mello, Alexandre Pinto e Carlos Roberto Osório, entre outras autoridades, o prefeito Eduardo Paes destacou a importância do monumento a Estácio de Sá para a cidade:

- Essa cidade passa por um momento de transformação. Nada mais simbólico do que nós resgatarmos o espaço que homenageia o fundador da cidade. É um monumento no melhor lugar do Rio de Janeiro, na vista mais linda do mundo, que estava completamente abandonado. Recuperamos o monumento e transformamos o subsolo em um espaço onde as pessoas podem visitar para conhecer um pouco da cidade, do turismo do Rio. É uma homenagem justa ao fundador da cidade mais maravilhosa do mundo, na refundação da cidade, quase 450 anos depois.

O Centro Multimídia possui computadores que serão usados para pesquisa e totens multimídias, onde turistas e cariocas poderão conhecer um pouco mais sobre a história do Rio de Janeiro, através de um conteúdo audiovisual. O local, que também conta com um espaço para exposições de arte, fotografias, esculturas, pinturas, encenações e apresentações musicais, possui um auditório com capacidade para 37 pessoas com projetor, telão e televisores com definição em LCD, podendo ser utilizado para sessões de cinema, palestras, workshops, entre outras atividades.

Durante a cerimônia foi assinado o protocolo de intenção para adoção do Monumento Estácio de Sá entre a Prefeitura do Rio e a Universidade Estácio de Sá, que cuidará do espaço.Para o secretário especial de Turismo, Antonio Pedro, restaurar o marco da fundação da cidade, aliado à tecnologia de informação, é uma forma de resgatar a história carioca e atrair turistas:

- É muito gratificante estar entregando esse espaço, que é um marco da cidade onde ela se constitui de fato. Hoje ele é reinaugurado com um centro de visitantes e posto de informação turística. A cidade ganha um centro de visitas, além do monumento totalmente reformado. Aqui terá segurança 24 horas e contará com o apoio da GM e do policiamento.
O monumento, construído pelo Estado da Guanabara e projetado por Lúcio Costa, foi inaugurado em 1973 e teve sua última reforma no ano de 2000. O objetivo era guardar os restos mortais do fundador da cidade, Estácio de Sá, assim como relíquias desse período, se tornando o marco e o memorial oficial da fundação da cidade do Rio de Janeiro.

Créditos à PMRJ

0 comentários:

below feature ads

Conferência e eventos