Prefeitura do Rio inicia obras do projeto Bairro Carioca em Triagem

O prefeito Eduardo Paes, o secretário municipal de Habitação, Pierre Batista e o secretário de Obras, Alexandre Pinto, deram início nesta quarta-feira, dia 27, às obras de infraestutura para a criação do Bairro Carioca, em Triagem. O empreendimento, fruto de parceria entre a Prefeitura e a Caixa Econômica Federal, vai beneficiar 10 mil moradores, vítimas das chuvas de abril deste ano ou que vivem em áreas de risco. Ao todo serão construídos 2.240 apartamentos, que serão oferecidos por meio do programa "Minha Casa, Minha Vida". A previsão é de que a obra, no antigo terreno da Light, esteja concluída em 2012.

Na ocasião, também foi assinado o contrato do município com a Caixa Econômica Federal e a Direcional Engenharia, empresa vencedora da licitação. Ao lado do vice-presidente de governo da Caixa, Jorge Hereda, da superintendente regional da Caixa, Nelma Tavares, e do diretor-presidente da construtora, Ricardo Valadares Gontijo, o prefeito Eduardo Paes destacou sua antiga vontade de implantar o projeto naquele local:

Beth Santos- Hoje é um dia de muita felicidade, pois já estávamos de olho nesse terreno há muito tempo. Estamos criando condições de reassentamento para aqueles que moram em áreas de risco. Isso só se tornou possível graças à junção de esforços de todos os envolvidos - afirmou Eduardo Paes, enaltecendo a parceria da Prefeitura com a Caixa Econômica Federal.

- Essas realizações se tornaram possíveis porque hoje contamos com uma política habitacional competente no Brasil, que permite a construção dos empreendimentos. A Caixa tem sido nossa grande parceira na viabilização de projetos para o Rio.

O secretário municipal de Habitação, Pierre Batista, deu mais detalhes sobre o projeto:


- Trata-se de uma nova forma de viver. O Bairro Carioca é o modelo que desejamos para a cidade com escola, complexo esportivo, Clínica da Família, creche, posto policial, mercado, ciclovia, e toda a recuperação da área verde. Além disso, terá ótima localização, ao lado do metrô e de linhas de trem e ônibus. Ficará a 10 minutos do Centro.

Pierre explicou que por integrarem o programa "Minha Casa, Minha Vida", os imóveis tem o custo de construção estimado em R$ 50 mil e que as famílias beneficiadas, com renda de até três salários mínimos, vão pagar o valor mínimo de R$ 50, ou até 10% da renda, tendo um subsídio superior a R$ 40 mil.

- É um novo passo na política habitacional do Rio de Janeiro, uma vez que os moradores terão dignidade e qualidade de vida a um custo mínimo. Além de viver em imóveis novos e seguros, os moradores estarão a 1 Km do Maracanã, região que será revitalizada por conta da realização da Copa do Mundo de 2014 e das Olimpíadas de 2016.

Beth SantosO Bairro Carioca terá 11 condomínios, com um total de 112 prédios de cinco andares, cada um com 20 apartamentos. Os imóveis terão sala, dois quartos, banheiro, cozinha e área de serviço.

Em seu discurso, o vice-presidente de governo da Caixa, Jorge Hereda, afirmou que a instituição está disponível para futuras parcerias com o município:

- Queremos participar de quantos Bairros Cariocas existirem, pois esse é um projeto maravilhoso, que merece ser difundido no país inteiro.

Beth SantosO evento também reuniu o vice-prefeito, Carlos Alberto Muniz e o secretário de Urbanismo, Sérgio Dias.

0 comentários:

below feature ads

Conferência e eventos