Pesquisa da FGV apresenta benefícios do Bilhete Único Intermunicipal

O Bilhete Único Intermunicipal está influenciando diretamente no orçamento das famílias do Rio de Janeiro. Esta afirmação foi feita pelo Centro de Políticas Sociais da Fundação Getúlio Vargas, que entregou nesta quinta-feira (11/11), um estudo intitulado "Impactos Sociais do Bilhete Único Intermunicipal no Grande Rio". A pesquisa concluiu que o programa criado pelo Governo Sérgio Cabral está gerando a redução média de 50% nas viagens realizadas entre os 20 municípios da Região Metropolitana.

O estudo apontou que os usuários do Bilhete Único Intermunicipal economizam diariamente R$ 2,62 com transportes. Por conta da real redução de encargos com passagens, as vagas de emprego também podem estar aumentando no Grande Rio. O documento explica que de 2009 para 2010, a proporção de empregos formais na Região Metropolitana evoluiu de 71,06% para 72,15%, principalmente nos municípios da periferia. Segundo o secretário estadual de Transportes, Julio Lopes, com a criação do Bilhete Único, o Governador Sérgio Cabral não apenas desonerou o trabalhador com gastos em transportes, como também está contribuindo diretamente para a geração de empregos.

- Mais do que um programa de transportes, o Bilhete Único tem mostrado ser uma importante ferramenta de inclusão social, com foco no estímulo à empregabilidade. Nesses nove meses de operação, mais de 1,3 milhão de pessoas sentiram no bolso a importância do programa. O subsidio pago pelo Governo do Estado já chega a R$ 127 milhões, cerca de R$ 99,92 por usuário. Com o início das operações do Bilhete Único municipal, a tendência é de que esta realidade se amplie ainda mais, dinamizando o avanço no nível de qualidade de vida da população – ressaltou o secretário de Estado de Transportes, Julio Lopes.

O estudo também revelou que 55% das pessoas que aderiram ao programa são usuárias de ônibus; 15% de trens; 12% de vans; 11% de metrô; e 7% das barcas.

Através do Bilhete Único do Estado, o cidadão paga apenas R$4,40 por uma viagem intermunicipal, com direito a até dois deslocamentos, e intervalo de até duas horas e meia entre o primeiro e o segundo embarque. As viagens podem ser feitas de ônibus, trens, barcas, metrô ou vans legalizadas. Para utilizar o benefício, é preciso levar o CPF a algum ponto de atendimento do RioCard, agencia do Unibanco, ou por meio do site www.riobilheteunico.com.br

Créditos À SETRANS-RJ

0 comentários:

below feature ads

Conferência e eventos