Parada Gay acontece neste domingo em Copacabana

Parada Gay em Copacabana

Será realizada, neste domingo, em Copacabana, a 15ª Parada do Orgulho LGBT, que deve reunir mais de 1 milhão de pessoas na orla. Considerada um dos maiores eventos da cidade do Rio de Janeiro, a parada faz parte do calendário oficial da cidade e tem como tema a luta contra a homofobia. Durante todo o trajeto, voluntários e participantes do desfile vão estender a já tradicional bandeira do arco-íris, que terá 120 metros de comprimento por 10 metros de largura - a maior do país.

O Grupo Arco Íris da Cidadania LGBT, organizador do evento, recebeu da Prefeitura do RIO um total de R$ 354 mil para a realização da parada.

- Estamos investindo no atendimento ao público LGBT desde o início do ano passado. No site www.rioguiaoficial.com.br , por exemplo, existe uma seção especial voltada para este segmento, com dicas de bares, restaurantes, hotéis e todos os locais considerados "gay friendly" - conta o Secretário de Turismo e Presidente da Riotur, Antonio Pedro Figueira de Mello.

Segundo ele, um quarto dos cerca de três milhões de turistas internacionais que visitam o Rio anualmente pertence ao segmento LGBT. Deste total, 75% são homens, com faixa etária entre 20 e 35 anos e que permanecem na cidade durante cinco dias, em média. Segundo o Ministério do Turismo, o turista gay gasta cerca de US$ 200 por dia, contra US$ 74 do turista heterossexual.

A Parada do Orgulho LGBT é realizada desde 1995 na Avenida Atlântica.

Guarda Municipal terá esquema especial para o evento
A Guarda Municipal do Rio de Janeiro montou um esquema especial com 231 agentes para atuar no evento. A operação começa à 0h de domingo, com a atuação de três guardas de trânsito que vão acompanhar a interdição da Avenida Atlântica, no trecho entre as Ruas Francisco Otaviano e Francisco Sá.

Às 8h, começarão as ações de controle urbano, fiscalização de posturas municipais e atendimento ao público em geral. A partir das 12h, mais 27 guardas de trânsito estarão distribuídos nos principais cruzamentos, nas interdições planejadas pela CET-Rio e vias de acesso ao evento. A operação contará ainda com 10 reboques de prontidão para remover veículos estacionados irregularmente.

Créditos ao O Globo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Nova linha de ônibus facilita acesso ao Piscinão de São Gonçalo

Escola de Dança Maria Olenewa abre inscrições para seleção de novos alunos

Programa Antipichação recupera o Obelisco do Centro do Rio