Maioria das praias está liberada para banho no feriadão

Créditos à Ascom do Inea

A maioria das praias do estado está liberada ao banho neste feriadão. O Instituto Estadual do Ambiente (Inea), órgão executivo da Secretaria do Ambiente, atualizou nesta sexta-feira (3/9) o boletim de balneabilidade das praias da Barra da Tijuca, da Zona Sul e da ilha de Paquetá no Rio de Janeiro, de Niterói, na Região Metropolitana do estado, e de Paraty e Angra dos Reis, na Costa Verde.

As praias recomendadas para o banho na Barra e na Zona Sul do Rio são Prainha, Pontal de Sernambetiba, Recreio, Barra da Tijuca, Ipanema, Arpoador, Diabo, Copacabana, Leme e Vermelha. Estão recomendadas com restrições as praias do Flamengo (evitar trecho próximo à saída do rio Carioca) e do Leblon (evitar trecho próximo ao canal da Visconde de Albuquerque). As praias do Pepino, São Conrado, Joatinga, os trechos Quebra-mar e Pepê, na Barra, e Vidigal, Urca e Botafogo não estão recomendadas.

Praia de São Conrado

Em Angra dos Reis, das 17 praias monitoradas pelo Inea, sete estão recomendadas para o banho: Praia Grande, Brava, Mambucaba, Gordas, Costeirinha, Japuiba e Vila Velha. As praias de Bonfim, Retiro, Anil, Jacuecanga, Camorim, Enseada, Frade, Garatucaia, Jardim e Bexiga não estão recomendadas para o banho de mar. Em Paraty, as praias do Pontal, Paraty Mirim, São Gonçalo, Jabaquara, Tarituba e Mambucaba estão liberadas, mas o banho não é recomendado nas praias de Terra Nova e Praia Grande de Corumbê.

Em Paquetá, as praias de Imbuca, Ribeira, Grossa, Tamoios, Catimbau, P. Castagneto, Moreninha e José Bonifácio estão recomendadas para o banho. Em Niterói, estão recomendadas as praias de Boa Viagem, Flechas, Icaraí, Adão, Piratininga e Sossego; recomendadas com restrições Charitas e Eva (evitar trechos com extravasamentos de águas pluviais), Camboinhas e Itaipu (evitar trechos próximo à saída do Canal de Itaipu) e Itacoatiara (evitar trecho próximo ao canto esquerdo da praia). Não estão recomendadas as praias de Gragoatá, Jurujuba e Charitas.

O Inea ressalta, no entanto, que em caso de chuva o banho de mar deve ser evitado por 24h. O boletim completo de situação das praias pode ser consultado no site do Inea.

0 comentários:

below feature ads

Conferência e eventos