Escola de Dança Maria Olenewa abre inscrições para seleção de novos alunos

Créditos à SEC-RJ

Estudar em uma das mais tradicionais escolas de dança do país é um sonho que muitos bailarinos podem realizar a partir do próximo mês. De 1 a 31 de outubro, a Escola Estadual de Dança Maria Olenewa, em atividade há 83 anos, estará aceitando inscrições para o programa de seleção de novos alunos.
Os interessados devem se inscrever na sede da instituição, na Rua Visconde de Maranguape, nº 15, na Lapa, Rio de Janeiro. Informações podem ser obtidas pelos telefones (21) 2224-6721 e 2332-9467 ou pelo e-mail mariaolenewa@terra.com.br

Os documentos necessários para a inscrição são duas fotos 3x4, certidão de nascimento, atestados médico e de escolaridade, e cópia de um comprovante de residência. A idade mínima para se inscrever no programa de seleção é de oito anos e a máxima, 21.

Mais de 300 jovens se inscrevem anualmente na escola, buscando a habilitação em “Técnico-Bailarino para Corpo de Baile”. Eles são analisados pela banca de professores e os que conseguem ingressar na escola estudam por nove anos. As aulas são divididas em quatro módulos: preliminar, básico, médio e técnico. Entre os alunos aprovados, pelo menos 30% são originários de projetos sociais do Rio, como o Dançando Pra Não Dançar e a Casa de Iniciação às Artes. Este ano, a Escola de Dança Maria Olenewa conta com 270 alunos entre novatos e veteranos.

A EEDMO possui cinco amplas salas para aulas práticas e duas para aulas teóricas, além de biblioteca e videoteca com completo acervo de livros e vídeos sobre dança. Resultado do esforço da bailarina Maria Olenewa, primeira bailarina da Companhia de Dança Ana Pavlova, da Rússia, a escola foi fundada em 21 de abril de 1927. Olenewa dançou no Brasil pela primeira vez em 1918 e teve a ideia de criar a primeira escola de dança do país. A bailarina levou o projeto à direção do Theatro Municipal, que encampou a iniciativa.

Com o passar das gerações, a instituição vem deixando sua marca, por meio de ex-alunos que mostram a técnica e o amor ao balé em palcos de todo o mundo. Roberta Marques (primeira bailarina Royal Ballet Londres), Márcia Jaqueline (primeira bailarina Theatro Municipal do Rio de Janeiro), João Batista Corrêa (Ballet da cidade de Niterói), Pilar de Oliveira Neves Giraldo (São Paulo Cia de Dança), Leonardo Vidal (Ballet Stagium de São Paulo), Rafaele Queiroz (Cia Badisches Staatstheater Karlsruhe da Alemanha), Denise Resende (Cia de Dança Moderna de Portugal) dentre outros, são alguns talentos formados pela EEDMO.

A primeira escola de dança do país completou, em 2010, 83 anos de fundação e alia tradição e modernidade na formação de profissionais na arte da dança.

0 comentários:

below feature ads

Conferência e eventos