Comércio do RJ fatura 3,8% mais em outubro

Centro do Rio

O faturamento do comércio varejista fluminense teve alta de 3,8% em outubro, em relação a igual período de 2009, segundo a Pesquisa Mensal do Comércio divulgada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Rio de Janeiro (Fecomércio-RJ) nesta semana. Com o resultado, o comércio completa um ano e meio de altas consecutivas na receita.

O segmento que teve aumento mais expressivo foi o de bens não-duráveis, com alta de 6,1% no faturamento em outubro em relação ao mesmo período de 2009. Em seguida, vieram os bens semiduráveis (3,8%), bens duráveis (3,4%) e combustíveis e lubrificantes (3,4%). O único grupo que contabilizou queda foi comércio automotivo (-1,0%).

O subgrupo que deu maior impulso ao avanço de bens não duráveis foi supermercado, com um faturamento 6,2% acima do registrado em outubro de 2009. Uma inflação relativamente maior que a média da economia para itens de alimentação estimulou o bom resultado dos supermercados. O faturamento de farmácias e perfumarias também foi bastante positivo (5,5%). As lojas de departamentos e calçados também apresentaram variações significativas, respectivamente, de 6,3% e 6,0%.

No acumulado do ano, o faturamento do comércio no Estado do Rio de Janeiro teve alta de 2,7% frente ao mesmo período de 2009, acima dos 1,2% registrado em igual período do ano passado. Segundo a Fecomércio, as razões para esses bons resultados é a trajetória ascendente da renda.

Créditos ao DCI

0 comentários:

below feature ads

Conferência e eventos