Inea e Fetranspor assinam termo de cooperação técnica

O Instituto Estadual do Ambiente (Inea) e a Fetranspor (Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Rio de Janeiro) irão trabalhar mais uma vez em parceria para garantir, nos próximos anos, um transporte urbano sustentável. A missão foi anunciada nesta quinta-feira (11/11), durante o 14º Etransport - Congresso sobre Transporte de Passageiro, na Marina da Glória, no Aterro do Flamengo, Zona Sul do Rio.

Luiz Firmino, presidente do INEA, assina termo de cooperação técnica na 14a. Etransport

O termo de cooperação técnica, assinado pelos presidentes do Inea, Luiz Firmino, e da Fetranspor, Lélis Marcos Teixeira, é uma tentativa de diminuir o impacto que os transportes coletivos causam na vida dos fluminenses. Poluição, congestionamentos e consumo de combustíveis não-renováveis são problemas que precisam ser solucionados por meio do desenvolvimento sustentável. Segundo Firmino, o acordo consolidado hoje cumpre uma série de ações que o Inea tem realizado com a Fetranspor.

- Nós já emitimos a certificação de várias garagens onde são feitos os exames de poluição veicular. Depois, implantamos o selo verde, que é colocado em veículos que passam nas vistorias para assegurar que os ônibus não estão emitindo poluentes. Agora, vamos apoiar o licenciamento ambiental para que as estruturas de empresas de ônibus sejam instaladas de forma adequada - destacou o presidente do Inea, que afirmou ainda que o Estado está trabalhando na regulamentação da Lei do Clima para melhorar a qualidade do ar.

O acordo inclui a orientação técnica sobre legislação ambiental, o pagamento da Taxa de Controle e Fiscalização Ambiental (TCFA), a capacitação de profissionais na área de licenciamento ambiental e a realização de seminários e eventos sobre o tema. A proposta, apresentada no painel A Gestão Ambiental no Setor de Transportes: Desafios para o Licenciamento e a Sustentabilidade, é aliar gestão pública de serviços de transportes coletivos com ações de desenvolvimento sustentável.

- Nossa experiência com a Secretaria do Ambiente e o Inea já é muito boa. Essa parceria com o governo estadual traz benefícios para a população. O controle de emissão em todo o ciclo produtivo do transporte, não só na ponta como também nos procedimentos internos das empresas, resulta em qualidade de vida para a população. O Rio é o estado que tem, certamente, o menor nível de emissão de poluentes em seus transportes em função desse trabalho em conjunto - ressaltou Lélis Marcos Teixeira.

Mobilidade inteligente é tema do 14º Etransport

No maior evento de transporte do país, o foco é a busca por soluções sustentáveis para o deslocamento de cidadãos, o funcionamento mais racional das cidades e a adoção de novas tecnologias. A mobilidade inteligente, questão central do Congresso sobre Transporte de Passageiros, será discutida até esta sexta-feira (12/11) também na 8ª FetransRio - Feira Rio Transportes, que acontece simultaneamente na Marina da Glória.

Os desafios e propostas para o transporte para a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016 também estão sendo debatidos por técnicos, estudiosos, sociedade civil, poder público, empresários e força de trabalho do segmento. A feira, que começou na última quarta-feira (10/11), conta com mais de cem expositores e apresenta as últimas novidades em veículos coletivos e equipamentos, como ônibus híbridos e articulados.

0 comentários:

below feature ads

Conferência e eventos