Governador Sérgio Cabral dá início às escavações da Linha 4 do metrô

De cima de um perfurador hidráulico, o governador Sérgio Cabral deu início, neste sábado (26/06), a uma das obras mais esperadas do Rio de Janeiro: a chegada do metrô à Barra da Tijuca. A perfuração simultânea, feita em dois pontos na encosta da pedra do Focinho do Cavalo, que faz parte do Maciço da Tijuca, foi o primeiro passo para a abertura do túnel de serviço da Linha 4, que vai ligar, através dos trilhos do metrô, a Zona Oeste à Zona Sul da cidade. O governador considerou a perfuração como um dos momentos mais emocionantes dos seus três anos e meio à frente do Governo do Estado.
- Iniciar uma obra tão sonhada como esta é uma emoção enorme. O Rio é uma cidade que cresceu com a infraestrutura correndo atrás da expansão. Aqui na Barra, houve a inconsequência de se deixar o bairro crescer sem tratamento de esgoto e água, o que só veio a ser reparado agora, 30, 40 anos depois. Com o transporte foi a mesma coisa. Morar na Barra é sinônimo de sofrimento com o trânsito, e também estamos reparando esta falha histórica – comentou Cabral.

O governador afirmou ainda que a Linha 4 não vai beneficiar apenas os moradores da Barra e do Recreio, mas sim toda a cidade, atendendo a quem trabalha, visita e tem negócios nessa região, que é uma das mais bonitas da cidade. A nova linha do metrô vai sair da Barra, passando por São Conrado, Gávea, Leblon até chegar a Ipanema. Serão 14 quilômetros de linha construídos de uma só vez. A meta é que antes de 2016 a população já possa chegar à Barra contando com um meio de transporte rápido, seguro, limpo e eficiente.

- Esse será um grande legado para as próximas gerações. Estamos construindo a geração 2016, que terá uma qualidade de vida muito melhor, que viverá numa cidade muito melhor. E nós dissemos isso enquanto estávamos na luta pela conquista dos Jogos Olímpicos. A encomenda de 114 novos carros para o metrô já foi feita. Já compramos 30 trens e vamos comprar mais 60 na sequência. Estamos organizando o sistema de transportes, para oferecer um deslocamento mais digno à população. E a Linha 4 é parte fundamental desse novo contexto – ressaltou o governador Sérgio Cabral.

Barra da Tijuca

As perfurações iniciadas neste sábado sucederam os trabalhos de sondagem, topografia e tratamento das interferências com os demais serviços públicos, iniciados em março deste ano, pela Secretaria Estadual de Transportes. O túnel de serviço servirá à construção da galeria principal, por onde os carros do metrô vão circular.

Neste primeiro momento, os serviços estarão concentrados na região da Estrada da Barra, na altura do número 750, entre as pontes nova e velha sobre o Canal da Barra. Esse primeiro túnel terá extensão de aproximadamente 300 metros, com 8,30 metros de largura por 7,70 metros de altura. Para a abertura dele, serão utilizados perfuradores hidráulicos acoplados em escavadeiras – técnica chamada de escavação a frio. Posteriormente, serão usados explosivos para acelerar o avanço do túnel, o que envolverá toda a segurança necessária.

Para o início das obras, a Secretaria Estadual de Transportes teve o cuidado de retirar mais de 1.500 plantas nativas, a maioria bromélias, da área onde se darão as escavações. As plantas foram levadas para o Jardim Botânico do Rio. A ação retrata o compromisso do Governo do Estado com a proteção e o zelo com o meio ambiente – visão que regerá o empreendimento do início ao fim.

O trânsito na Estrada da Barra no local onde está o canteiro de obras foi desviado. Agentes de trânsito orientam os motoristas que seguem em direção ao Itanhangá/ Alto da Boa Vista / Rio das Pedras a seguirem por nova pista aberta junto ao canal. A sinalização visual no local está reforçada para evitar acidentes e garantir a segurança dos motoristas. As alterações no trânsito continuarão enquanto durarem as obras.

A Secretaria de Transportes e o Consórcio RioBarra também já iniciaram as vistorias cautelares nas construções e prédios próximo ao local. Todo o processo de escavação com a utilização de explosivos será monitorado por sismógrafos, que fazem o controle das vibrações durante as detonações, bem como acompanhamento de possíveis recalques em áreas próximas do emboque.

O evento deste sábado contou com a presença do vice-governador Luiz Fernando de Souza Pezão, do secretário-chefe da Casa Civil, Régis Fichtner, do Secretário de Estado de Transportes, Sebastião Rodrigues, do presidente da Concessionária RioBarra. Júlio Teixeira, e de diversos representantes de associações comerciais e moradores da região.

A chegada do metrô até a Barra vai provocar uma revolução na forma como o carioca se desloca pela cidade. A expectativa do Governo do Estado é de que a Linha 4 já esteja funcionando em dezembro de 2015 e beneficie, diariamente, 240 mil pessoas.

- Essa é uma obra fundamental para melhorar a mobilidade numa região que não para de crescer. É também um desejo e uma reivindicação dos moradores da Barra, Recreio e grande parte da Zona Oeste, que vão se beneficiar com um transporte mais rápido e eficiente. Por dia, a nova linha vai atender a mais de 240 mil pessoas, retirando milhares de automóveis das ruas e melhorando imensamente o trânsito na região. Estamos satisfeitos de tirar do papel um projeto prometido e anunciado tantas vezes – comemorou o secretário estadual de Transportes, Sebastião Rodrigues

0 comentários:

below feature ads

Conferência e eventos